flip
Edições anteriores
  Jorge Amado
Em suas edições anteriores, a Festa Literária Internacional de Parati prestrou tributo a Vinicius de Moraes, Guimarães Rosa e Clarice Lispector. Em 2006, reiterando o seu compromisso de mostrar a riqueza da literatura brasileira, a FLIP homenageia Jorge Amado (1912-2001). Jorge Amado, o mais popular dos escritores brasileiros, é também o mais conhecido e lido no exterior. Sua obra transcendeu os limites do regionalismo modernista a que foi identificada num primeiro momento, para fazer da Bahia um microcosmo do país, em sua combinação de costumes tradicionais, humor popular, sincretismo religioso, sensualidade e crítica social. Nas palavras de Ferreira Gullar, muitos das personagens de Amado incorporaram-se ao imaginário de gentes de todos os povos e países: elas nos ensinam o Brasil. Para reiterar a relação afetiva de Jorge Amado com a Bahia, a FLIP convidou outra baiana ilustre: Maria Bethânia. Na confluência de seus mundos estão a Bahia, o Brasil. Na Tenda dos Autores, no dia em que o escritor completaria 94 anos, uma mesa-redonda com Myriam Fraga, Antonio Risério e Eduardo de Assis Duarte será dedicada a discutir os caminhos da prosa generosa de Jorge Amado. O universo de Jorge Amado também envolveu os professores e alunos que participam durante todo o ano do Programa Educativo Cirandas de Parati. A programação infantil e juvenil que acontece na Tenda Azul, carinhosamente conhecida como Flipinha, também fará várias homenagens ao escritor. Clique aqui para ler sobre o show de abertura com Maria Bethânia e a mesa em homenagem a Jorge Amado. Visite o site da Fundação Jorge Amado. Clique aqui.
English

  Realização
  Associação Casa Azul