flip
Edições anteriores
10h Mesa 1 - FUTURO DO PRESENTE Cecília Giannetti, Fabrício Corsaletti e Verônica Stigger Uma romancista do Rio de Janeiro, um poeta do interior de São Paulo, uma contista de Porto Alegre. Seja com a prosa seca e urbana de uma, com a poesia lírica com algum cheiro de terra do outro ou com narrativas alucinadas com aroma de lua da terceira estes três jovens escritores realimentam a ficção brasileira ao apresentarem dentro de uma bibliografia ainda curta o extremo vigor literário. Nesta conversa, eles apresentam o que ainda virá, e já está sendo, na literatura nacional.
TENDA DOS AUTORES R$ 20 TENDA DA MATRIZ R$ 6
11h45 Mesa 2 - UIVOS Chacal e Lobão Os dois têm mais em comum do que os apelidos de feras caninas. Em campos diferentes, estes dois cariocas inconformados vêm fazendo há um par de décadas o mesmo processo. Extrair poesia do cotidiano mais banal e transformá-la em coisa falada. Lobão canta seus poemas, Chacal fala suas criaturas em eventos como o Centro de Experimentação Poética - CEP 20000, encontro de poetas que criou há desessete anos no Rio. Ambos letristas experientes, falarão na FLIP sobre a música que há na poesia e a poesia que vira música.
TENDA DOS AUTORES R$ 20 TENDA DA MATRIZ R$ 6
15h Mesa 3 - NELSON RODRIGUES - ATO 2 Augusto Boal e Eduardo Tolentino Durante a ditadura, quando Augusto Boal foi preso acusado de subversão, Nelson Rodrigues publicou um artigo defendendo fervorosamente o dramaturgo. "Sua vida é uma apaixonada meditação sobre o mistério teatral", concluia. Nesta mesa, Boal, hoje o nome mais conhecido do teatro brasileiro fora do país, divide um pouco desses mistérios com Eduardo Tolentino, fundador do grupo Tapa e premiado diretor teatral que já se notabilizou como um apaixonado "meditador" dos mistérios dramatúrgicos de Nelson Rodrigues.
TENDA DOS AUTORES R$ 20 TENDA DA MATRIZ R$ 6
17h Mesa 4 – SOBRE MACACOS E PATOS Jim Dodge e Will Self Dois talentos literários excêntricos e irreverentes falam do processo criativo na literatura. Até que ponto pode ser ensinado? O autor cult Jim Dodge, diretor do Programa de Escrita Criativa da Humboldt State University, na Califórnia, tem o dever de responder que sim. No entanto, os exercícios de sala de aula dificilmente produziriam outra pata obesa e incapaz de voar, como a protagonista de sua inequecível novela Fup. Uma oficina literária tampouco ensinaria a criar as aberrações, mutantes e visionários grotescos que povoam a ficção de Will Self. Mas então, o que alimenta a criatividade dos escritores?
TENDA DOS AUTORES R$ 20 TENDA DA MATRIZ R$ 6
19h Mesa 5 - TÃO LONGE, TÃO PERTO Kiran Desai e William Boyd “De onde você vem?” Nem todos podem responder essa pergunta aparentemente simples com facilidade. Dois escritores brilhantes, autores de obras premiadas, questionam se a identidade é determinada pelo lugar de origem e discutem de que maneira a vida itinerante moldou a ficção que produzem. O segundo romance de Kiran Desai, O Legado da Perda, uma reflexão delicada sobre a solidão do deslocamento, ganhou o Man Booker Prize de 2006. William Boyd é o autor de A Good Man in Africa e Armadilho. Seu nono romance, Fuga, recém-lançado no Brasil, recebeu na Inglaterra o prestigiado Costa Award de melhor romance em 2006.
TENDA DOS AUTORES R$ 20 TENDA DA MATRIZ R$ 6
English

  Realização
  Associação Casa Azul