flip
Edições anteriores
10h Mesa 11
Andar com fé

Terry Eagleton

mediação
Silio Boccanera

Além de um dos mais influentes críticos literários em atividade, o britânico Terry Eagleton é autor de um livro recente que polemiza com Richard Dawkins, convidado da Flip de 2009. Eagleton argumenta que o ateísmo pregado por cientistas como Dawkins se baseia numa concepção simplista e equivocada de religião. A obra gerou grande polêmica, e é sobre ela que Eagleton fala em Paraty.

12h
Mesa 12
Albany, Nova York e outras aldeias

Colum McCann
William Kennedy

mediação
Ángel Gurría-Quintana

O irlandês Colum McCann ganhou o National Book Award por seu último livro, um painel da comunidade imigrante irlandesa em Nova York nos anos 1970. Nos sete livros de seu “ciclo de Albany”, o americano William Kennedy faz da pequena cidade um microcosmo da sociedade norte-americana. Nos dois casos, a cidade se apresenta como personagem central e suscita a questão que deve nortear a conversa dos dois em Paraty: falar da própria aldeia é de fato o caminho mais curto para ser universal?

Apoio

piaui
15h Leitura
Alguma poesia

Chacal
Antonio Cicero
Ferreira Gullar
Eucanaã Ferraz


Um tributo a Carlos Drummond de Andrade com uma leitura de Alguma poesia, seu primeiro livro de poemas, que completa 80 anos em 2010. Participam da leitura os poetas Antonio Cicero, Ferreira Gullar, Chacal e Eucanaã Ferraz, que também assina a direção do evento.
17h15 Mesa 13
Gullar, 80

Ferreira Gullar

mediação
Samuel Titan Jr.

No ano em que completa 80 anos, prestes a lançar livro novo e poucas semanas após receber o "Camões", o mais importante prêmio da língua portuguesa, o poeta Ferreira Gullar é o homenageado desta mesa em Paraty. Ele passa em revista sua trajetória e lê trechos de “Em Alguma Parte Alguma”, seu aguardado livro de poemas.

Apoio

sesc
19h30 Mesa 14
A origem do universo

Robert Crumb
Gilbert Shelton

mediação
Sergio Dávila


Mesmo com diversos nomes estelares da literatura mundial no currículo, a Flip raras vezes pôde trazer aos palcos de Paraty uma lenda viva. Esta mesa é uma dessas vezes: num evento para entrar nos anais da cultura brasileira, o mais influente artista de quadrinhos de todos os tempos e ícone da contracultura passa em revista sua carreira, com destaque para o último trabalho: uma versão em quadrinhos do Gênesis. A seu lado, o não menos carismático Gilbert Shelton, que forma com ele a dupla perfeita para falar da história dos quadrinhos contemporâneos e do underground americano.

Apoio

piaui
21h45 Filme
José & Pilar

Miguel Gonçalves Mendes

mediação
Arthur Dapieve

Exibição de trechos do documentário José & Pilar e cenas inéditas não incluídas no filme, do diretor português Miguel Gonçalves Mendes, co-produzido por Fernando Meirelles. O público da Flip poderá assistir a uma edição de cerca de meia hora feita especialmente para a ocasião e participar em seguida de uma conversa com o diretor do filme.
English

  Realização
  Associação Casa Azul