flip
Edições anteriores
10h Mesa 6 - O sertão não é mais aquele ANTONIO CARLOS VIANA, JOÃO FILHO, RONALDO CORREIA DE BRITO
Associada desde os anos de 1930, na visão corrente, ao regional e ao exótico, a ficção do Nordeste brasileiro não se deixa reduzir a lugares-comuns. Prova disso são o cearense Ronaldo Correia de Britto (Livro dos homens), o sergipano Antonio Carlos Viana (Aberto está o inferno) e o estreante bahiano João Filho (Encarniçado), autores que vêm produzindo contos sutis e cortantes, de escrita sempre mais exigente e vigorosa, que abrem novos caminhos para a ficção brasileira contemporânea.
TENDA DOS AUTORES R$ 17
11h45 Mesa 7 - Um lugar para as idéias BEATRIZ SARLO, ROBERTO SCHWARZ
Conhecidos como intérpretes incontornáveis de Jorge Luis Borges e Machado de Assis, a argentina Beatriz Sarlo (Paisagens imaginárias) e o brasileiro Roberto Schwarz (Que horas são?, Seqüências brasileiras), donos de estilo crítico lúcido e provocativo, conquistaram leitores dentro e fora dos muros acadêmicos. Neste encontro memorável, falam de escritores cruciais para nosso momento histórico e ainda de literatura e ideologia, Brecht e Evita, idéias e mídias, intelectuais e política na periferia do mundo globalizado.
TENDA DOS AUTORES R$ 17
15h Mesa 8 - Arte e natureza (Conferência Zé Kleber) JEANETTE WINTERSON
Zé Kleber (1932-1989) foi poeta, ator, cineasta e músico queridíssimo de todos os paratienses, assim como um político muito respeitado. Em sua memória, a FLIP convidará um escritor brasileiro ou estrangeiro para apresentar uma conferência anual. Na estréia, a autora britânica Jeanette Winterson falará, entre outros assuntos, sobre arte, literatura e meio-ambiente. Celebrada como uma das grandes vozes da literatura contemporânea em língua inglesa, Winterson estreou na ficção em 1985 com o surpreendente romance Oranges Are Not the Only Fruit, ainda inédito no Brasil; desde então, publicou vários livros para adultos e crianças, Arte e mentiras e Inscrito no corpo, ambos já editados por aqui.
TENDA DOS AUTORES R$ 17
17h Mesa 9 - Mar de histórias II: As mil e uma noites ORHAN PAMUK
Do hebraico ao árabe, do sublime ao secular, da história divina à fábula mais deliciosamente mundana, rumo a outra ficção inesgotável: na segunda das palestras da tarde, o romancista turco Orhan Pamuk, autor de livros fascinantes e labirínticos como Meu nome é vermelho e O castelo branco, discute a origem e a herança de As mil e uma noites, cuja primeira tradução direta para o português é um dos acontecimentos literários de 2005.
TENDA DOS AUTORES R$ 17
19h Mesa 10 - A sátira ontem e hoje ISABEL LUSTOSA, JÔ SOARES
Comediante e apresentador conhecido de todos, Jô Soares chegou ao estrelato literário ao publicar os deliciosos O Xangô de Baker Street e O homem que matou Getúlio Vargas. Com esses romances, continuava uma tradição de sátira histórica do século XIX, especialidade da pesquisadora Isabel Lustosa, autora de Insultos impressos e O nascimento da imprensa brasileira e organizadora da impagável História do Brasil pelo método confuso, escrita por Mendes Fradique no início do século XX. Juntos, os dois prometem uma noite de muita sabença e mais risadas.
TENDA DOS AUTORES R$ 17
English

  Realização
  Associação Casa Azul