flip
Edições anteriores
10h Mesa 6 - Prosa, política e história ALONSO CUETO, LUIZ ANTONIO DE ASSIS BRASIL, OLIVIER ROLIN A boa literatura é um espelho que reflete nossas experiências individuais e coletivas. Três autores que utilizaram a ficção para recriar eventos históricos e atuais discutem o papel da literatura na compreensão da política e da história. A margem imóvel do rio é um dos romances históricos de Assis Brasil em que, nas palavras de um crítico, “ao invés de sair do Brasil o autor entra nele como em uma geografia misteriosa”. Alonso Cueto é o autor de A hora azul, um relato perturbador do Peru contemporâneo. Tigre de papel é um dos romances de Oliver Rolin que se baseia em memórias da França nos anos 60.
TENDA DOS AUTORES R$ 17 TENDA DA MATRIZ R$ 5
11h45 Mesa 7 - As matérias do romance IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO, MIGUEL SANCHES NETO, WILSON BUENO Três escritores conversam sobre os caminhos de sua criação literária. A ficção de Wilson Bueno (Cachorros do céu, Amar-te a ti nem sem sei com carícias) intervém no coração da escrita para subverter “a moral da história” e criar personagens do cotidiano nacional. A obra de Loyola se consolidou durante o regime militar, ao qual faz alusão na prosa fragmentária e descarnada de Zero e Não verás país nenhum, romances marcados por um realismo feroz, reflexo também da brutalidade da vida brasileira. Na obra de Miguel Sanches Neto (Chove sobre a minha infância, Venho de um país obscuro) predomina a relação entre invenção e registro autobiográfico.
TENDA DOS AUTORES R$ 17 TENDA DA MATRIZ R$ 5
15h Mesa 8 - Conferência Zé Kleber: literatura e política TARIQ ALI Mais uma vez a FLIP homenageia Zé Kleber (1932-1989), querido poeta, ator, músico, cineasta e político de Parati. Na palestra deste ano, o romancista e ensaísta Tariq Ali, principal intelectual de esquerda da Grã-Bretanha e editor da revista New Left Review, abordará a complexa relação entre as esferas literária e política. Qual seria a função da literatura, já considerada um veículo de mudança política e social nos dias de hoje? Até que ponto a política se reflete na ficção? Os trabalhos de não-ficção mais recentes de Tariq Ali são Confronto de fundamentalismos e Bush na Babilônia. As novas faces do império será lançado na FLIP.
TENDA DOS AUTORES R$ 17 TENDA DA MATRIZ R$ 5
17h Mesa 9 - Profissão repórter: a arte da reportagem LILLIAN ROSS, PHILIP GOUREVITCH O primeiro evento deste ano dedicado à arte da reportagem contará com dois grandes jornalistas, que expressarão seus pontos de vista sobre o papel do repórter envolvido com grandes eventos “Acho que a reportagem e o relato de fatos são uma forma imaginativa,” afirma Philip Gourevitch, editor da publicação The Paris Review e autor do livro Gostaríamos de informá-lo de que amanhã seremos mortos com nossas famílias. Ele conversará com Lillian Ross, referência lendária do jornalismo narrativo e baluarte da revista norte-americana The New Yorker, que escreveu clássicos como Reporting e Filme.
TENDA DOS AUTORES R$ 17 TENDA DA MATRIZ R$ 5
19h Mesa 10 - A arte de narrar TONI MORRISON Nenhum outro romancista retratou a realidade dos negros norte-americanos com tanta força e sensibilidade quanto Toni Morrison, ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura em 1993. Na entrega do prêmio, a Academia Sueca louvou a “força visionária e o significado poético” de seus romances, que trazem à luz um aspecto essencial da formação dos Estados Unidos. Nesta ocasião notável, a autora de Amor, Os cânticos de Salomão e Amada — escolhido recentemente como a melhor obra norte-americana de ficção dos últimos 25 anos — discorre sobre a literatura e sua capacidade inigualável e duradoura de informar, entreter, enriquecer e iluminar.
TENDA DOS AUTORES R$ 17 TENDA DA MATRIZ R$ 5
English

  Realização
  Associação Casa Azul